Relacionamento…

Relacionamento Não É Amor De Maneira nenhuma

Osho,
Eu me lembro de você dizendo: “Não se entregue a uma pessoa, se entregue ao amor.”
Eu estou num relacionamento com uma linda e poderosa mulher, e nós dois definitivamente não queremos nos entregar um ao outro. O que significa a entrega ao amor ao estarmos em relacionamento? Eu estou totalmente confuso.

“Eu posso entender; você está realmente confuso e não há saída. Eu ouvi que há três anéis de amor: o anel de noivado, o anel de casamento e o anel de sofrimento.

Sua pergunta deixa claro que você não entendeu o que eu quero dizer quando digo, “Não se entregue a uma pessoa, se entregue ao amor.” E o amor nunca é um relacionamento; este é seu problema. O relacionamento está fadado a ser uma escravidão. Em relacionamento ou você tem que se entregar, ou o outro tem que se entregar.

E você mesmo está reconhecendo que você está em relacionamento com uma linda e poderosa mulher… ‘e nós dois definitivamente não queremos nos entregar um ao outro.’
Então viva apenas em convivência. Viva da maneira que todos os pobres maridos estão vivendo. Mostre ao mundo que sua mulher está tão entregue a você… quem está impedindo? Você somente tem que contar uma mentira e não haverá dificuldades – e se entregue à poderosa e linda mulher. Mas lembre-se, no momento em que um homem se entrega a uma mulher ele perde a dignidade aos olhos dela. Ela começa a olhar aqui e ali para alguém que tem a coragem de não entregar-se.

Você não parece ter coragem. Não há necessidade de entregarem-se um ao outro. Entrega ao amor significa: curta a felicidade do outro, regozije-se no ser do outro, estejam sintonizados um com o outro, dancem em harmonia.

A questão da entrega é política, não é uma questão de amor. E relacionamento não é amor de maneira nenhuma; significa que o amor terminou e o relacionamento começou. Começa logo depois da lua-de-mel, geralmente na metade da lua-de-mel. Não é fácil viver com outra pessoa cujo estilo de vida é diferente, cujos gostos são diferentes, cujas educação e cultura são diferentes, e acima de tudo acontece que a outra pessoa é uma mulher – até sua biologia é diferente.

Mas uma coisa você tem que entender claramente é que é o homem que anseia por dominação, e é a mulher que domina. Isto é o que eu chamo coexistência: viva e deixe viver. Mais que isto é tudo imaginação. Se você realmente conheceu o que o amor é… a coisa básica é não criar um relacionamento. Fiquem distantes como os pilares de um templo se distanciam, mas suportam o mesmo teto. Não destrua a individualidade do outro, aumente-a se você puder; caso contrário, pelo menos deixe como está, sem interferir.

Liberdade é não ser destruído em nome do amor. Liberdade é um valor muito mais elevado que o seu assim-chamado amor.”

Quanto Mais Amoroso Você É, Menor a Possibilidade de Qualquer Relacionamento

“No momento em que o amor se torna um relacionamento, ele se torna uma barreira, porque existem expectativas, existem exigências, existem frustrações, e um esforço dos dois lados para dominar. Isto se torna uma luta pelo poder…

Duas pessoas podem ser muito amorosas juntas. Quanto mais amorosas elas são, menor é a possibilidade de qualquer relacionamento. Quanto mais amorosas elas forem, tanto mais liberdade existe entre elas. Quanto mais amorosas elas forem, menor é a possibilidade de qualquer exigência, qualquer dominação, qualquer expectativa. E, naturalmente, não há questão de nenhuma frustração“.

Osho, Om Shantih Shantih Shantih: The Soundless Sound, Peace Peace Peace, Capítulo #15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s